domingo, 18 de janeiro de 2015

Resenha Livro - A Estrada Da Noite do autor Joe Hill



SINOPSE: Uma lenda do rock pesado, o cinqüentão Judas Coyne coleciona objetos macabros: um livro de receitas para canibais, uma confissão de uma bruxa de 300 anos atrás, um laço usado num enforcamento, uma fita com cenas reais de assassinato. Por isso, quando fica sabendo de um estranho leilão na internet, ele não pensa duas vezes antes de fazer uma oferta.
"Vou ´vender´ o fantasma do meu padrasto pelo lance mais alto..."
Por 1.000 dólares, o roqueiro se torna o feliz proprietário do paletó de um morto, supostamente assombrado pelo espírito do antigo dono. Sempre às voltas com seus próprios fantasmas - o pai violento, as mulheres que usou e descartou, os colegas de banda que traiu -, Jude não tem medo de encarar mais um.
Mas tudo muda quando o paletó finalmente é entregue na sua casa, numa caixa preta em forma de coração. Desta vez, não se trata de uma curiosidade inofensiva nem de um fantasma imaginário. Sua presença é real e ameaçadora.
O espírito parece estar em todos os lugares, à espreita, balançando na mão cadavérica uma lâmina reluzente - verdadeira sentença de morte. O roqueiro logo descobre que o fantasma não entrou na sua vida por acaso e só sairá dela depois de se vingar. O morto é Craddock McDermott, o padrasto de uma fã que cometeu suicídio depois de ser abandonada por Jude.
Numa corrida desesperada para salvar sua vida, Jude faz as malas e cai na estrada com sua jovem namorada gótica. Durante a perseguição implacável do fantasma, o astro do rock é obrigado a enfrentar seu passado em busca de uma saída para o futuro. As verdadeiras motivações de vivos e mortos vão se revelando pouco a pouco em A estrada da noite - e nada é exatamente o que parece.
Ancorando o sobrenatural na realidade psicológica de personagens complexos e verossímeis, Joe Hill consegue um feito raro: em seu romance de estréia, já é considerado um novo mestre do suspense e do terror.



Achei um ótimo livro apesar de não ter o habito de ler esse gênero mas apesar de tudo numa escala de 0 a 10 eu dou nota 8. De todos os acontecimentos, o que mais me decepcionou, foi o que ocorreu aos cãezinhos Bon e Angus ( menininha cretina cara a sobrinha da Flórida ). Os personagens foram bem construídos principalmente os protagonistas Jude, uma lenda viva aposentada do Rock Pesado estilo Heavy Metal e a Georgia ( que na minha opinião o nome real dela Marybete é muito mais charmoso) que não abandonou seu amado nem mesmo diante dos acontecimentos cada vez mais obscuros ( eu por outro lado sairia correndo na primeira oportunidade rs ) embora ela seja uma dançarina fetichista a história dela é bem legal também. É claro que não poderia deixar de falar do vilão que no final do livro o autor mostro porque o cretino era vilão duas vezes na verdade, não só por ser um fantasma assustador e inteligente contudo também se mostrou ser um mentiroso cretino mas é claro que não vou dar spoiller. O autor sendo filho de um dos maiores escritores do gênero não decepcionou, escrita fluida, os fatos bem amarrados e não lembro de ter pontas soltas. O livro eu comprei em versão tamanho normal mas sem orelhas e gostei da diagramação, edição. Um trabalho excelente da editora.  Enfim como eu disse no inicio é um ótimo livro e recomendo tanto para quem gosta do gênero e para quem não gosta.

Um comentário:

  1. Eu tenho vontade de ler esse livro, mas sempre acabo deixando pra lá! Pelo que você disse, deve ser realmente bom!

    Ah e eu indiquei o seu blog pra responder uma tag! Eu te indiquei pra Tag Liebster Award : Tag Liebster Award

    Abraço, Literariando Por Aí

    ResponderExcluir